Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

En Español


Ferreira Gullar, Prémio Camões 2010

Segunda-feira, 31.05.10

fjsO júri desta edição foi composto por Helena Buescu, (professora catedrática da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa), José Carlos Seabra Pereira (professor associado da Universidade de Coimbra), Inocência Mata (escritora santomense e professora da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa), Luís Carlos Patraquim (escritor e jornalista moçambicano), António Carlos Secchin (escritor e professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro) e a escritora brasileira Edla van Steen.

Na nota da atribuição do Prémio foi referido o trabalho literário de Ferreira Gullar na área do romance, da poesia e da dramaturgia, marcado por uma "nota pessoal de lirismo" e pelos seus "valores universais", a par do seu percurso cívico que o levou a um exílio em Buenos Aires, nos anos da ditadura brasileira. Ferreira Gullar, de 80 anos, sucede a Arménio Vieira, escritor cabo-verdiano.

A vida e a obra de Ferreira Gullar podem ser conhecidas aqui.

O jornal Público disponibiliza uma entrevista de Ferreira Gullar concedida ao jornal em Dezembro de 2003, que pode ser lida aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Fundação Saramago às 17:19

Feira do Livro de Madrid

Sexta-feira, 28.05.10

fjs

Feira do Livro de Madrid
Dossier de imprensa

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Fundação Saramago às 19:45

José Rodrigues Miguéis / José Saramago.Correspondência 1959-1971

Sexta-feira, 28.05.10

fjs

Quem sabe se a felicidade não seria exactamente esse pôr o homem a viver, no seu dia de hoje, a sua vida toda, integrar a memória total na parcela de homem que em cada dia somos? Ou talvez não fosse felicidade, talvez fosse um inferno - a irremediável saudade...

(Carta de José Saramago a José Rodrigues Miguéis, 7 de Junho de 1960)

Será por vaidade ou por ambição que nos escrevemos? (Para "ganhar a vida" - ou perdê-la - há bem melhores meios!)
Dizia o meu avô Sahil (de Góis), morto há quase 70 anos: "A ambição eleva o homem, a ambição o precipita": Não sei a que Bíblia ele foi buscar esta filosofia. - Porque escrevo eu, se quando me liberto disso, e ando por aí sem destino, me sinto aliviado, livre e quase feliz? - Sim, porque no meio de tantas tormentas, tenho dias de calma e de quase-felicidade, que clarifico com a minha própria substância, os pensamentos!

(Carta de José Rodrigues Miguéis a José Saramago, 13 de Outubro de 1971)

*

Nas livrarias portuguesas a partir do mês de Junho

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Fundação Saramago às 09:54

Prémios de Edição à Fundação José Saramago

Sexta-feira, 28.05.10

fjs

Prémios de Edição Ler/Booktailors

Revista Ler
Booktailors

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Fundação Saramago às 07:39

Carlos Fuentes premiado em Paris

Sexta-feira, 28.05.10

No seu discurso, Delanoë classificou Fuentes como um homem "de convicções", que defende dois dos valores que a cidade de Paris tem por bandeira: "a liberdade e a justiça".

"Agradeço-lhe o facto de amar a este ponto a cidade de Paris. A cidade de todos os enamorados pela justiça, liberdade e beleza", disse o autarca.

Depois de declarar que tinha lido a obra de Carlos Fuentes, o responsável elogiou também o escritor pelo seu "empenhamento" político.

"É um homem que levou o mais longe possível a liberdade do povo, contra o imperialismo e contra a vontade de dominação", sustentou.

Por sua vez, quando tomou a palavra, Carlos Fuentes, que tem recebido numerosos galardões ao longo da carreira, como o Prémio Cervantes ou o Príncipe das Astúrias, destacou a singularidade desta distinção.

"É um prémio muito especial, um prémio da cidade de Paris. Isto é único, é uma cidade à qual venho desde há muito tempo e sentir-me recompensado por Paris e pelo amor que lhe tenho transforma-o num prémio absolutamente especial. Não se assemelha a nenhum outro", disse o autor de romances como "Aura" e "O Velho Gringo".

Fuentes, que também exerceu cargos políticos e foi embaixador do México em França, afirmou sentir-se "muito ligado" à capital francesa, que descobriu nos livros de Balzac.

"Queria ter Balzac como guia da cidade, porque, lendo-o, ele dava uma alma a Paris. Paris como lealdade e como traição. Paris como glória e como amor", disse o mexicano.

Recordou também que 2011 será o ano do México em França, que será celebrado com muitas actividades e espectáculos na cidade. "Paris será, durante um ano, uma cidade nossa, uma cidade mexicana", sublinhou Carlos Fuentes.

fjs

José Saramago y Carlos Fuentes en Sevilla

Fonte: Lusa

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Fundação Saramago às 06:17

Buala - Cultura contemporânea africana

Quinta-feira, 27.05.10

Neste espaço, onde podem ser lidos textos em português, com tradução para francês e inglês, as culturas africanas contemporâneas em língua portuguesa ocupam o lugar principal. Partindo do significado da palavra Buala, casa, aqui se alojarão reflexões sobre questões de carácter político, literário, cultural ou sociológico, num retrato permanentemente actualizado do que são hoje as realidades culturais africanas, na sua relação com a diversidade do espaço de língua portuguesa.

Nestes primeiros dias podem ser lidos textos de Mia Couto ou Ruy Duarte de Carvalho, uma reflexão sobre a arquitectura de Oscar Niemeyer, a apresentação da peça "Nós Matámos o Cão Tinhoso", de Luís Bernardo Honwana, pelo grupo de Teatro O Bando ou uma exposição de fotografias sobre Angola, de John Liebenberg.

fjs
Buala

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Fundação Saramago às 11:20


Pág. 1/9





Em Destaque

Ver todas as notícias

Amigos da Fundação José Saramago


Livraria/Loja da Fundação José Saramago


Sons da Fundação


Ainda

Ver todas as notícias

Blimunda


Serviço educativo



A Fundação
Somos o que diz o papel que José Saramago assinou em Lisboa em 29 de Junho de 2007. Somos a Fundação José Saramago.
Saber mais | E-mail

Pesquisa

Pesquisar no Blog  

A Casa dos Bicos

A Casa dos Bicos, edifício histórico do século XVI situado na Rua dos Bacalhoeiros, em Lisboa, é a sede da Fundação José Saramago.

A Casa dos Bicos pode ser visitada de segunda a sábado, das 10 às 18h (com última entrada às 17h30).
Ler mais


A Casa José Saramago em Lanzarote

A Casa feita de livros pode ser visitada de segunda a sábado, das 10 às 14h30. Também pode percorrê-la virtualmente, aqui.

Receba a nossa newsletter


#saramago no Twitter



Arquivo mensal

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Subscrever por RSS


TripAdvisor

Parceiros institucionais:

Parceiro tecnológico:

Granta