Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

En Español


Sessão de lançamento de "José Saramago - As Intermitências da Vida"

Segunda-feira, 29.11.10

fjs

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Fundação Saramago às 07:33

Moby Dick em Lisboa - Portugal

Quinta-feira, 25.11.10

fjs

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Fundação Saramago às 07:18

Moby Dick em Lisboa

Quinta-feira, 25.11.10

Edições de Portugal

fjs

Sociedade Parque EXPO 98 S.A

1996- Colecção 98 Mares - Expo'98

As crónicas publicadas neste livro foram extraídas de:

Deste Mundo e do Outro - Ninguém se Banha Duas Vezes no Mesmo Rio, A Ilha Deserta, Um Encontro na Praia, e Os Navegadores Solitários;

A Bagagem do Viajante - De Quando Morri Virado ao Mar e Moby Dick em Lisboa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Fundação Saramago às 06:50

Pelo fim dos maus tratos contra as mulheres

Quinta-feira, 25.11.10

Eu pronuncio-me!

Palavras de José Saramago, pronunciadas em Granada em 2005, diante do Presidente do Governo de Espanha, J. L. Rodriguez Zapatero
e do então Presidente do Governo Andaluz e hoje Vice-Presidente do Governo de Espanha, Manuel Chavez

fjs

Gonçalo M. Tavares; José António Pinto Ribeiro; Vasco Graça Moura; Fernando Gómez Aguilera
João de Melo; Jorge Vaz de Carvalho; Zeferino Coelho; Manuel Alberto Valente
Carlos Reis; António Guerreiro; José Oliveira;Miguel Oliveira da Silva
Pedro Lamares; Danilo Matos; José Miguel Noras; Isaías Gomes Teixeira
Rui Godinho; Tiago Morais Sarmento; Artur Guerra; Jaime Ramalho;
José Campino; Gonçalo Marcelo; Miguel Gonçalves Mendes; Sérgio Machado Letria
José Barata-Moura; Paulo Piteira 

Pelo fim dos maus tratos contra as mulheres, eu pronuncio-me
eupronunciome@josesaramago.org

Este é o endereço para onde pode enviar o seu compromisso: Basta a frase e o seu nome.
Com isso saberemos quantos somos tratando de erradicar de uma vez por todas este terrorismo
que tanto mal provoca às pessoas e à sociedade em geral.

Dormir com o inimigo é um pesadelo diário para milhões de mulheres. Aterrorizadas dia e noite, não encontram forças para escapar a essa situação. Para algumas, a saída é a morte, assassinadas por aqueles a quem a sociedade chama “seus companheiros”. Para outras não existe porta, viverão permanentemente sumidas no terror. A situação de domínio e de prepotência é tão grave, tão criminosa, que a ONU decretou o 25 de Novembro como Dia Internacional contra os maus tratos contra as mulheres. É mais uma forma de chamar a atenção para um problema que se resolverá, no futuro, com educação, introduzindo nas pessoas conceitos morais de igualdade e respeito que tantos parecem desconhecer. Homens e instituições.

Hoje, seguindo uma princípio estabelecido há seis anos por José Saramago, que convocou os homens a manifestarem-se publicamente se na verdade desaprovam o terrorismo machista, a Fundação que leva o seu nome lança uma campanha de consciencialização e de colaboração com os que estão a trabalhar para eliminar este problema “que”, segundo Saramago, “é de homens, as mulheres aqui são as vítimas, não são elas quem devem solucioná-lo, mas sim os que o vêm criando ao longo dos tempos, com tantas vítimas, tanta dor, tanta corrupção moral”, disse Saramago em Sevilha. Por isso pedimos aos homens, apenas aos homens, que se pronunciem, que digam não aos maus tratos bem alto e bem forte, para ver se paramos a mão que se levanta para esbofetear, a palavra que humilha, a faca que se vai cravar num coração tantas vezes vexado.

As assinaturas recolhidas em papel, neste cartão vermelho contra os maus tratos, bem como as electrónicas, serão entregues na Assembleia da República no final do ano. Sejam as que sejam, dependerá do alcance da nossa voz e da disposição dos portugueses. Pediremos aos nossos representantes que legislem pensando nas vítimas, não em normas caducas. E que nos programas de ensino se introduza o valor do respeito e da igualdade, normas básicas para alcançar a maturidade cívica. Apenas a partir da educação se acabará com esta chaga social, com este crime. E, entretanto, atenção prioritária às vítimas, medidas severas contra os agressores, solidariedade para denunciar as situações de abuso que se conhecem e que um falso sentido de respeito faz ocultar e também que a polícia, os tribunais e os meios de comunicação tomem as medidas necessárias para estarem preparados na hora de abordar este delicado problema, tantas vezes caricaturado ou minimizado, daí que se tenha introduzido em muitos a ideia de que a vítima tem parte da responsabilidade, sem dar-se conta de que pensar assim é ser cúmplice de maus tratos.

Pelo fim dos maus tratos contras as mulheres, eu pronuncio-me
eupronunciome@josesaramago.org

Este é o endereço para onde pode enviar o seu compromisso: Basta a frase e o seu nome.
Com isso saberemos quantos somos tratando de erradicar de uma vez por todas este terrorismo
que tanto mal provoca às pessoas e à sociedade em geral.

Descarregue o seu cartão vermelho

*

Dia Internacional da Eliminação da Violência contra a Mulher
Organização das Nações Unidas

*

Quatro em cada 10 mulheres com mais de 60 anos sofreram algum tipo de abuso no último ano
Jornal Público

*

Milhares de Tarrafais
Daniel Oliveira, in Arrastão 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Fundação Saramago às 05:57

Harcourt publica obra de José Saramago em formato electrónico

Terça-feira, 23.11.10

fjsTítulos como Memorial do Convento, O Evangelho Segundo Jesus Cristo ou Ensaio Sobre a Cegueira integram a colecção de 12 romances e uma novela de José Saramago que a Houghton Mifflin Harcourt apresenta em formato electrónico. De acordo com Bruce Nichols, vice-presidente e editor, uma edição em papel "com estas características seria muito cara e complicada, mas recorrendo ao formato digital torna-se mais simples e comportável". Ainda nas palavras do editor, "os actuais leitores de livros em formato electrónico podem complementar as edições em papel dos livros de José Saramago e permitir que se encontrem algumas preciosidades que possam ter passado despercebidas".

A apresentação desta colecção nos Estados Unidos está agendada para o dia 29 de Novembro e terá um custo de 36 $. Em Espanha, a Alfaguara disponibiliza já a obra completa de José Saramago em formato digital. Em Portugal, a Mediabooks, livraria digital associada ao grupo Leya, disponibiliza os últimos títulos de Saramago editados pela Caminho.

Houghton Mifflin Harcourt
Alfaguara
Mediabooks

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Fundação Saramago às 08:57

Arranca hoje o II Congresso Internacional Fernando Pessoa

Terça-feira, 23.11.10

fjsNos próximos três dias, o Teatro Aberto em Lisboa é a morada de Fernando Pessoa.

Organizado pela Casa Fernando Pessoa, o II Congresso Internacional Fernando Pessoa pretende "criar um diálogo entre os especialistas da obra de Pessoa e os criadores que nela se inspiram – poetas, pintores, músicos, cineastas". Do programa constam ainda homenagens a Eduardo Lourenço, José Saramago e Maria Aliete Galhoz. Entre os temas em debate estão a relação de Pessoa com o Estado Novo, o Ultraísmo espanhol, o modernismo, o teatro, a literatura popular… e as mulheres. Será analisada a proximidade dos universos de Pessoa com os de António Botto, Cesário Verde, Leopardi e Shakespeare.

Participam neste encontro: Anna Klobucka, Antonio Cardiello, António Feijó, Antonio Saéz Delgado, Arnaldo Saraiva, Eduardo Lourenço, Fernando Cabral Martins, Fernando J.B. Martinho, Helder Macedo, Inês Pinto Basto, Ivo Castro, Jerónimo Pizarrro, João Botelho, José Barreto, José Blanco, Luis Gruss, Mar Caldas, Maria Bochicchio, Maria do Céu Estibeira, Maria Lúcia dal Farra, Mariana de Castro, Mariano Deidda, Onésimo Teotónio de Almeida, Orietta Abatti, Patricio Ferrari, Perfecto E. Cuadrado, Piero Ceccucci, Pierre Léglise-Costa, Richard Zenith, Rodolfo Alonso, Steffen Dix, Teresa Cristina Cerdeira, Teresa Rita Lopes e Zbigniew Kotowiez. O programa do Congresso inclui ainda a exibição de “Filme do Desassossego” e “Lisboa, meu lar” , dois filmes de João Botelho em torno da obra e da vida de Fernando Pessoa, e a peça de teatro “Audição com Daisy ao vivo no Odre Marítimo”, pelo Teatro-Estúdio Fontenova.

O programa completo pode ser consultado aqui.
Página da Casa Fernando Pessoa 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Fundação Saramago às 08:02


Pág. 1/7





Em Destaque

Ver todas as notícias

Amigos da Fundação José Saramago


Livraria/Loja da Fundação José Saramago


Sons da Fundação


Ainda

Ver todas as notícias

Blimunda


Serviço educativo



A Fundação
Somos o que diz o papel que José Saramago assinou em Lisboa em 29 de Junho de 2007. Somos a Fundação José Saramago.
Saber mais | E-mail

Pesquisa

Pesquisar no Blog  

A Casa dos Bicos

A Casa dos Bicos, edifício histórico do século XVI situado na Rua dos Bacalhoeiros, em Lisboa, é a sede da Fundação José Saramago.

A Casa dos Bicos pode ser visitada de segunda a sábado, das 10 às 18h (com última entrada às 17h30).
Ler mais


A Casa José Saramago em Lanzarote

A Casa feita de livros pode ser visitada de segunda a sábado, das 10 às 14h30. Também pode percorrê-la virtualmente, aqui.

Receba a nossa newsletter


#saramago no Twitter



Arquivo mensal

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Subscrever por RSS


TripAdvisor

Parceiros institucionais:

Parceiro tecnológico:

Granta